Documentos

Aqui disponibilizamos materiais para divulgação

 Aplicação, Análise e Interpretação do Ensaio de Prova de Carga Estática, realizado pelo método BIDIRECIONAL.

Autor: Felipe Souza Cruz

Este artigo contempla uma introdução à história, análise e interpretação do ensaio de Prova de Carga Estática pelo método BIDIRECIONAL com a utilização de células estáticas descartáveis (CED). O ensaio bidirecional é hoje a metodologia de prova de carga estática mais utilizada no mundo e vem crescendo de forma significativa no Brasil. O método consiste na instalação de uma ou mais células estáticas descartáveis (CED) no corpo do elemento estrutural em uma profundidade dimensionada; as mesmas, quando acionadas hidraulicamente, fazem a porção abaixo das células, resistência de ponta mais atrito lateral da porção, reagir contra a porção acima das células, atrito lateral do trecho superior. O ensaio bidirecional apresenta como resultado as curvas carga x recalque do topo e da base, porção superior e inferior da estaca, de forma direta; já a curva carga x recalque equivalente à estaca completa, depende de extrapolação e conversão de dados. Concluindo, serão apresentados diferentes métodos de interpretação e conversão, entre eles, os métodos apresentados por Da Silva (1983 e 1986) e Massad (2015), demonstrando suas comprovações teóricas e numéricas.

 PROVA DE CARGA ESTÁTICA (PCE) -ANÁLISE COMPARATIVA DO CONVENCIONAL X BIDIRECIONAL

Autor: Roberto Yabiku

Co-Autor: Felipe Souza Cruz

Neste estudo, vamos fazer uma análise comparativa, de um caso real, de uma prova de carga estática (PCE)  pelo "top-load-reaction"  e o método bi-direcional, com estacão de 900 mm de diâmetro e carga de ensaio para 900 toneladas.

Faremos uma análise sob os aspectos de custos, segurança e prazo.

ENTRE EM CONTATO

São Paulo/SP - Brasil

(11) 3473.6162

gheos@gheos.com.br