SOLUÇÕES

 

SOLO GRAMPEADO

 RODOVIAS 

 FERROVIA 

 EDIFICIOS 

Solo grampeado é uma técnica de melhoria no reforço do solo através de elementos passivos que absorvem partes dos esforços.

 

A perfuração é realizada com equipamentos rotopercussivos. Após a perfuração é realizado a inserção da barra juntamente com a injeção de nata de cimento, devidamente dosada e o total preenchimento, para garantir as propriedades mecânicas necessárias para a formação do grampo.

 

Outra tarefa consiste em realizar a proteção superficial, podendo ser desde grama (limitações construtivas) ou de um paramento. Para confecção dessa parede é realizado com concreto projetado que geralmente é acompanhado por tela metálica ou algum elemento para acompanhar as deformações.

Grampo - Elemento estrutural realizado¨in loco¨, composto normalmente de barra de aço de diâmetro mínimo de 20mm a 32mm, tubo de injeção para melhor preenchimento da bainha e espaçadores garantindo uma distância mínima da barra ao solo. Funciona de maneira passiva, ou seja, deverá haver movimentação para o grampo ser solicitado e deve funcionar de forma a contribuir para a estabilidade do talude.

Paramento - Realizado com concreto, geralmente armado com tela metálica, mas pode ser realizado com fibras para o caso de absorção de retração.

A principal função é a de proteção superficial e estabilidade local.

Para os casos de solo grampeado, são geralmente projetados, e a Gheos possui duas formas de projeção, pela via úmida e via seca.

As principais vantagens da projeção via úmida são:

1 - Projetar a longas distâncias
2 - Menor reflexão do concreto projetado
3 - Baixa formação de poeira
4 - Menor custo de MOD
5 - Concreto mais homogêneo
6 - Menor custo final
7 - Menor prazo de execução

Como podemos ver abaixo, uma máquina de perfuração pneumática de esteira, realizando grampos em um talude com escavação sucessiva. Como funciona através do ar, obrigatoriamente deve ser acompanhado de compressor com pressão compatível.

Como podemos ver abaixo, uma máquina de perfuração pneumática de esteira, realizando grampos em um talude com escavação sucessiva. Como funciona através do ar, obrigatoriamente deve ser acompanhado de compressor com pressão compatível.

Este é um exemplo de equipamento muito produtivo, devido sua velocidade de perfuração, com facilidade de ângulo de perfuração e altura.

Outro ponto muito importante após a execução dos grampos é a concretagem do paramento. Temos um exemplo de execução por plataforma elevatória com grande produtividade.

Um ensaio importante para verificar os parâmetros do solo quanto a sua adesão, é o ensaio de arrancamento de chumbador(grampo), que consiste na aplicação sucessiva de cargas e verificar se está adequado ao projeto.  A Gheos realiza este ensaio para garantir a qualidade dos serviços prestados, podendo ser visto na seção de ensaios geotécnicos da página.

Para progressão da carga, como podemos ver a foto ao lado, usa-se um macaco hidráulico devidamente calibrado(amarelo) e uma célula de carga(azul) para verificação.

O monitoramento dos deslocamentos são realizados com deflectômetro, com um sistema de apoio devidamente instalado para não haver movimentações.

Estudo de caso:

Nesta seção a rodovia tinha 10 rupturas ao longo da estrutura de corte. Nas fotos abaixo, apresentamos apenas uma das rupturas e a execução da contenção. Como se pode ver inicialmente, ocorreu uma ruptura circular, provavelmente devido à saturação do material em períodos de chuva relacionados à reologia do material. O sólido foi estabilizado através do serviço das âncoras, com posterior projeção do concreto seco. DHPs e barbacãs (drenos superficiais) foram realizados para que nenhum problema com a saturação do solo ocorresse novamente. O fiador é um elemento de reforço passivo inserido no solo de corte para a absorção de tensões de tração e de cisalhamento. Para verificar as âncoras, foi realizado um teste de pull-out para analisar a aderência do solo-clamp, verificar se os comprimentos eram suficientes, assim como o diâmetro da bainha (área de contato) e questões referentes à injeção. Vale ressaltar que o local é de difícil acesso devido a sua altura, impossibilidade de acesso superior, dificultando os serviços de perfuração, injeção e projeção. Devido a essas dificuldades, pode-se dizer que o solo grampeado é uma alternativa versátil, segura e econômica para trabalhos deslizantes.

ENTRE EM CONTATO

São Paulo/SP - Brasil

(11) 3473.6162

gheos@gheos.com.br